x


RELEASE

Irresistível e novamente com jeito blockbuster, o novo álbum de Netinho, “Clareou”, é o resultado do natural esforço de um artista maduro, criativo e sempre aberto a novas propostas. O repertório está no ponto e o ecletismo é a palavra-chave em todas as 13 faixas do Cd, contando com a inclusão de “O surdato Nnammurato”, tema da novela global “Terra Nostra”. Logo de cara, Netinho entrega a legítima “Música baiana”, brasileiríssima, nota por nota, tal qual a conta de “Tabuada”, músicas pra balançar o termômetro do carnaval de Salvador que já se multiplica no ar. As gratas surpresas do álbum “Pra sempre eu vou te amar” – versão para o hit internacional “Against all odds” de Phil Collings, “La belle de jour” do nordestino Alceu Valença e “Transas”, que foi sucesso na década de 80 na voz do inesquecível Ritchie. 

Gravado nos estúdios Sunset Sound (Los Angeles), Blue (Rio de Janeiro), Toca e Ilha dos Sapos (Salvador), “Clareou” reuniu uma verdadeira seleção internacional de grandes músicos convidados. É de se destacar a participação do super baterista Vinnie Colaiuta (da banda de Sting), do guitarrista Tim Pierce (da banda de Bruce Springsteen) e do baixista Neil Stubenhaus, ao lado de magos como Paulinho Trumpete, Gustavo de Dalva e Kiko (Roupa Nova).

“Clareou” é um desejo de mudança, um desejo de poder ver as coisas mudando para melhor, na terra e dentro de nós mesmos, nessa era que começa, diz Netinho. “Clareou” traz de sobra a prova de todo esse talento do já consagrado Netinho. E uma das razoes para tanta inspiração desse disco vem de Bruna, filha de apenas 1 ano e 5 meses, a quem Netinho dedica essa obra

CRÉDITOS DO ÁLBUM
Produção: Guto Graça Mello
Direção Artística: Sérgio de Carvalho
VP A&R: Max Pierre
Ano: 1999

FAIXAS
1. Música baiana
2. Tabuada
3. Pra sempre eu vou te amar (Against all odds)
4. Que fora
5. Transas
6. Saia de mim
7. Me siga
8. La belle de jour
9. Vem me namorar
10. Louca
11. Mainha
12. Clareou
13. O surdato nnammurato

Clareou

Disco

PARA ESCUTAR AS MÚSICAS DESTE ÁLBUM

Clique aqui


LETRA DAS MÚSICAS

- Música baiana

(Gigi / Tenison Del Rey)


Se for pra balançar, amor
Me chama
É música baiana

Bate o bumbo
Gira o mundo
Quero tudo
Sob um sol
A fim de meio-dia
Na mistura
Na cintura
Na loucura
Que é da rua
Toda a sua energia

Se for pra balançar, amor
Me chama
É música baiana

Avisa, avisa, avisa
Que o trio já chegou
Aumenta, aumenta, aumenta
Esse amplificador

É hora, é hora, agora
Sol, fá, mi, ré, dó
Essa canção que a gente já sabe de cor

Quero ver você dançando 
Levante a mão 
Pra sentir felicidade no coração

- Tabuada

(Paulo Vascon / Tenison Del Rey)


O nosso amor a dois 
Não tem regra de três 
É par, particular 
Chamego baianês
É love, é love, é love 
Já tirei prova dos nove 
É love, é love, é love 
Já tirei prova dos nove

Já namorei com mais de dez 
De vez, de vez 
Eu quis demais 
Multipliquei, dividi, somei
Mas descobri que o amor é tabuada 
E sem você a minha conta deu em nada 

É hoje, ,é hoje 
Vou mostrar pra namorada 
É hoje, é hoje
Que eu sei a tabuada 
1 com mais 1 com mais 1 
Quanto é que é? 3
2 com mais 2 com mais 2 
Quanto é que é? 6 
Mas eu com você é uma 
Você na minha, eu na sua 
Vou tomar a tabuada!
6 com mais 6? 12
Menos 2? 10
Menos 2? 8 
Com mais 1? 9
E noves fora? Nada 

7 mais 7? 14
Menos 3? 11
Com mais 4? 15
Menos 6? 9
E noves fora? Nada!

- Pra sempre eu vou te amar (Against all odds – Take a look at me now)

(Phil Collins / Versão em português: Léo Cavalcanti)


Quanto tempo longe de você
A paixão ainda está em mim
O que eu quero agora é vencer
O medo de te perder
Apagar as mágoas
E os erros do passado

Você me ensinou o dom de amar
Me acolheu, me fez flutuar
Quero ouvir você dizer pra mim
Que nunca me esqueceu
E o que importa agora
É só você e eu

Então me diga agora
Pra sempre eu vou te amar
E grite bem alto que me ama
Que deseja e que me quer

Eu disse pra mim mesmo
Hoje eu sei
Pra sempre te amarei
Se adormeço, sonho com você
Delírios e prazer
Saudade que devora
Me faz enlouquecer

- Que fora

(Tenison Del Rey / Saul Barbosa / Gerson Guimarães)


Quando você se despediu
Pediu, pediu, pediu, pediu
Não me veja mais
Meu olhar entristeceu
E o seu, e o seu, e o seu, e o seu
Sorriu demais
E agora seu coração
Implora e eu digo não, não, não
Na boa, não quero mais
Não tô à toa
E chora e perde perdão
Que fora só ouve não, não, não
Na sua não caio mais
O que passou, já passou
Terminou, acabou
Disse adeus e agora
Se pra você era bom
Descobri que era bom
Descobri que era pra mim
Seu amor tá por fora

- Transas

(Nico Rezende / Paulinho Lima)


Tanto tempo faz que a gente transa
E não se conversou
Tanto vicio, tanta fuga pra saber
Se é amor
Sei que você pensa e passa e vai...
Só transas...
Faz de conta que não se quer mais
É transa e tanto faz
Quando se quer mais
A gente diz "bye bye"
A gente quer mais
Finge que satisfaz
É moderno, é certo, eu sei que muitos querem
Essa forma de amor
Se chega perto, é certo e sem paixão 
Mas também sem dor
A gente pensa que só passa e vai...
Só transas
Faz de conta que não se ama mais
É transa e tanto faz
Quando se quer mais
A gente diz "bye bye"
A gente quer mais
Finge que satisfaz

- Saia de mim

(Gigi)


Você já sabe que eu te quero assim
Bem do meu jeito, você sabe sim
Porque agora então me diz que duvida
Você já sabe que eu sou todo seu
Seu universo tem a ver com o meu
Há muito que rolar
Amor pra toda uma vida
E qualquer um pode ver
Que eu só tenho você
Dentro do coração
Estou querendo entender
O que te levou a crer
Que tudo isso é ilusão
Se duvidar eu me mando
Eu caio no mundo
Esqueça tudo que a gente se prometeu
Se duvidar eu me mudo
Eu caio no mundo
Faço de conta que esse amor não aconteceu
Que seu corpo não é meu
Quero que saia de mim

- Me siga

(Tenison Del Rey / Paulo Vascon / Jorge Zarath)


É uma via, é uma via 
É uma via louca 
É uma via, é uma via 
É uma via láctea
É uma veia, é uma veia 
É uma veia qeu leva, a massa 
Atlântica, orgânica
Plural, plural, plural, plural 
Física, química 
Total, total, total, total 
Na barra do dia
O sol faz a vida ferver, ferver 
A filosofia 
Do vão ad alegria é prazer 
Eu vou atrás do caminhão
Seguindo, seguindo, seguindo 
Seguindo a multidão 
No zum-zum-zum, no vai-e-vem 
Você quer vir também
Brincar no meu cordão 
Me siga, me siga, me siga, me siga, me siga

- La belle de jour

(Alceu Valença)


Eu lembro da moça bonita 
Da praia de Boa Viagem
E a moça no meio da tarde de um
Domingo azul
Azul era Belle de Jour 
Era a bela da tarde
Seus olhos azuis como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La Belle de Jour
La Belle de Jour, La Belle de Jour...
La Belle de Jour era a moça mais linda
De toda a cidade
E foi justamente pra ela que eu escrevi
O meu primeiro blues
Mas belle de jour no azul viajava
Seus olhos azuis como a tarde
Na tarde de um domingo azul
La belle de jour

- Vem me namorar

(Gigi)


Toda vez que 'ocê me olha
Amor, eu perco a lucidez
Fico louco de desejo
Amor, o que foi que você fez
Pra eu ficar desnorteado
Quase sem me controlar
Vai ser um grande pecado
Você não me namorar

Toda vez que 'ocê me olha
Amor, eu fico sem saber
Será que sou magia
Amor, pra não se desfazer
Te esquecer já não consigo
Não tem como evitar
Se ta brincando comigo
É melhor você parar

Pode parar, pode parar
Pare de me olhar assim
Que desse jeito
Fico doido, sem juízo
Não me responsabilizo
Sou capaz de me casar

Tantinho de terra
Tenho atrás daquela serra
Falta pão, a gente reza
Pede a deus pra ajudar

Vem pra cá, meu bem
Vem se aninhar
Vem cuidar de quem
Só pensa em te amar
Mas se quiser tentar a vida
Amor, nas banda lá do sul
Tu leva eu que eu levo tu

- Louca

(Jorge Zarath / Tenison Del Rey)


Louca, louca
Louca, louca
Ela chega botando pra ferver
Ela é fogo que vai me incendiar
Quando o corpo precisa de prazer
Quando a música é pra fazer dançar
Ai, ai, ai, ai, eu love, love you
Meu amor, te quero
Louco por você 
Ai, ai, ai, ai, eu love, love you
É tudo que eu quero
É so eu e tu
E balança a cintura
Que é pra me enlouquecer
Lá, lá, i, lá, i, lê, lê, lê
E balança a cintura
Não pára de dançar 
E suinga, quebra

- Mainha

(Tenison Del Rey / Jorge Zarath / Paulo Vascon)


A comidinha de mainha
Me faz tão bem
Acordar cedo, manhãzinha
Ninar neném
Mãe só tem uma
Adeus, amém

Mainha, mainha
Me faz a bainha
Que eu preciso ir
O povo já tá me chamando
Eu tenho que partir

Mainha, mainha
Te levo comigo
No meu coração 
Mainha, mainha
Cordão de umbigo
Não solta, não

A cola do sapateiro, não solta, não
Nó quando é de marinheiro, não solta, não
Amor quando é verdadeiro, não solta, não (bronzeado de janeiro)
Vou cantar pro mundo inteiro (2x)

- Clareou

(Serginho Herval / Nando)


Vim modificar a direção 
Do branco dessa paixão 
Sem cor 
Vim pra te pintar de outra cor
Só pra mim 
Vim pra afogar o coração 
Nas águas dessa paixão sem dor 
Tinha que pintar a sensação
Só pra mim 
Claro como a lua que nos prateou 
Negra como o chão onde esse amor deitou
Clareou 
Fez amor no coração 
Clareou 
Me diz a cor dessa paixão
Vim pra conhecer o teu calor 
E o sol que te bronzeou assim 
Tinha que sentir você suar só pra mim 
Vim pra te ver tocar tambor
Pro branco conquistador assim 
Tinha que fazer você dançar 
Só pra mim

- O Surdato ´Nnammurato

(A. Califano / E. Canni)


Steje luntana da stu core
E a te volo cu´ ´o penziero
Niente voglio e niente spero
Ca tenerte sempe affianco a me!
Si´ sicura e chist´ammore
Commi´i só sicuro e te . . .

Oje vita, oje vita mia
Oje core ´e chistu core
Si´ stata o primm´ammore
´O primmo e ll´ultimo sarraje pe´ me!

Quanta notte nun te veco
Nun te sento int´a sti braccia
Nun te vaso chesta faccia
Nun t´astregno forte mbraccia a me
Ma scetànnome ´a sti suonn
Mme faje chiagnere pé te . . .

Oje vita, oje vita mia
Oje core ´e chistu core
Si´ stata o primm´ammore
´O primmo e ll´ultimo sarraje pe´ me!

Scrive sempé e sta cuntenta:
Io nun penso Che a te sola!
Nun penziero mme cunzola:
Ca tu pienze sulamente a me . . .
´A cchiù bella ´e tutte ´e belle
Nun è maje cchiù bella é te!