x


O Melhor de Netinho Total


LETRA DAS MÚSICAS

- Preciso de você

(Gigi / Carlinhos Boca)


Fui atrás do que restou
Foi tão belo o nosso amor
Eu não creio
Que tudo acabou

Tenho um mundo pra te dar
E um brilho no olhar tão sincero
Vem viver comigo
Tudo que eu sempre quis
Foi te fazer feliz
Traduzir o melhor do amor
Vou tão longe pra buscar
Algo só pra te satisfazer
As estrelas do céu
De Saturno, o anel
Até as ondas do mar
Tente me compreender
Só terei total prazer contigo

Preciso de você
Sentir o seu calor
E a sua companhia
Quando você chegar
Eu quero te mostrar
A minha alegria
Aí meu coração
Vai poder sossegar

- Beijo na boca

(João Guimarães / George Dias)


Foi sem querer que eu beijei a sua boca
Menina tão louca
Eu quero te beijar
Beijo na boca
Seu corpo no meu, suado
Tem sabor de pecado
Com jeito de bem-me-quer

Todo dia de festa na Bahia
E o trio irradia alegria
O farol ilumina Salvador, êo, êo
Todo dia é festa em Salvador, êo, êo
O farol ilumina Salvador, êo, êo
Todo dia é festa em Salvador, êo, êo
Suor, suingue maneiro, pecado e amor

- Raça

(João Guimarães)


Viver na terra do amor
Onde o luar é diferente
E o cintilar da raça e cor
Tá no sangue dessa gente

Se viveu, se lutou e entendeu
Que agora é diferente
Que agora é diferente

Eu olho e vejo por aí
Todo o mistério dessa gente
Que dança, mexe, ginga e faz
Um mundo diferente

E o amor, ficará
Na lembrança
Desse povo trazido da África
Desse povo trazido da África

Aportou em Salvador
A primeira Capital do Brasil
E o povo que se uniu
Com gritos a clamar
Começou a despertar, por que?

- Capricho dos Deuses

(Jauperi / Jorge Zarath)


Numa noite de lua
Uma estrela da rua
Veio pra me iluminar
Numa noite tão quente
Seu amor diferente
Veio pra me devorar

Foi capricho dos deuses
Renascer da paixão
Foi amor diferente
Ardente como um vulcão

Ginga no suingue, no balanço
Nesse balanceiro, amor
Joga teu feitiço, teu encanto
Vem aqui, me conquistou

E sendo assim
Pétala, flor do meu jardim
Que já não vá
Meu canto solto pelo ar

Então verás
Que não és mais
Oh! Pobre coração
Mar de ilusão
Sonho e paixão
Levanta a sua mão e vem

Ginga no suingue, no balanço
Nesse balanceiro, amor
Joga teu feitiço, teu encanto
Vem aqui, me conquistou
E vem cantarolar

- Menina

(Paulinho Nogueira)


Menina
Que um dia eu conheci criança
Me aparece assim, de repente
Linda, virou mulher
Menina
Como pude te amar agora
Te carreguei no colo, menina
Cantei pra te dormir

Lembro a menina feia
Tão acanhada e de pés no chão
Hoje maliciosa, guarda um segredo em seu coração
Seu coração

Menina
Que tantas vezes fiz chorar
Achando graça quando ela dizia
Quando crescer vou casar com você

Menina
Como pude te amar agora
Te carreguei no colo, menina
Cantei pra te dormir

- Fim de semana

(Tenison Del Rey / Paulo Vascon)


Fim de Semana é sexta-feira
No final do expediente
A gente enrola
A gente reza prá acabar
Bababá! Barababá!
Bababá! Barababá!...

Fim de Semana
E se Deus for brasileiro
Cinco dias foi pedreiro
Sexta-feira foi pro bar
Bababá! Barababá!
Bababá! Barababá!...

Na sexta à noite
Na birita da esquina
Lá passa a vida
Passa as pernas da menina
É na moleza da conversa
Não se sabe onde começa
Nem onde termina...

Mas não tem nada não
Só tá começando
O Fim de Semana
O meu descanso
E a curtição

Acordo o sábado
Comigo acordo o sol
Acorda a mãe, acorda a tia
Acorda mano, acorda a vó
Vovovó! Vorovovó!
Vovovó! Vorovovó!...

E na bagunça do meu quarto
E na cabeça
Penso em praia
Em mulherada
Na moçada, e futebol
Bolbolbol! Boróbobol!
Bolbolbol! Boróbobol!...

E vem a chuva, vai o sol
E entristeço
E molha o chão, apaga o fogo
E o meu desejo
Queria sábado de noite
Ir pro baile
Namorando, adormecer
Sob os seus beijos...

Mas não tem nada não
Só tá começando
O Fim de Semana
O meu descanso
E a curtição

(E é domingo!)
Lelelelê! Leleleô!
(Hoje é domingo!)
Lelelelê! Leleleô!...

Tem batucada, Timbalada
Cara inchada
Meninada, parentada
Feijoada prá comer
Eu tô sem grana
Eu tô sem graça
Pendurado na praça
Amanhã, vou resolver...

(Lá vai domigo!)
Lelelelê! Leleleô!
(O meu domingo!)
Lelelelê! Leleleô!...
Mas não tem nada não
Só tá começando
O Fim de Semana
O meu descanso
E a curtição

- Barracos (Escombros)

(Tenison Del Rey)


Pra quem mora lá no morro
Pra quem vive nas encostas
Onde o diabo faz fogo
Pra onde Deus virou as costas
Pra quem vive na surdina
Onde a luz não ilumina
Onde a morte começa
Aonde a vida termina

Esse barraco vai cair
Eu não me canso de avisar
Ele não tem alvenaria
Não tem coluna pra apoiar
Ah, eu não quero ver o dia
Dessa zorra desabar

Pra quem vive nos escombros
Sem poesia e sem paixão
Sem mel, sem céu, sem sonho
Com o coração na mão

Pra quem tá no fim da fila
Tá num beco sem saída
Tá perdendo a graça
Tá ganhando mais ferida

Esse barraco vai cair
Eu não me canso de avisar
Ele não tem alvenaria
Não tem coluna pra apoiar
Ah, eu não quero ver o dia
Dessa zorra desabar

Ô, ô, ô, ô, ô, ô, vai desabar
Ô, ô, ô, ô, ô, ô, não dá pra viver lá

- Milla

(Manno Góes / Tuca Fernandes)


Ô Milla
Mil e uma noites de amor com você
Na praia, num barco, no farol apagado
Num moinho abandonado, em Mar Grande, alto astral
Lá em Hollywood pra de tudo rolar
Vendo estrelas caindo, vendo a noite passar
Eu e você
Na ilha do sol
Na ilha do sol

Tudo começou
Há um tempo atrás
Na ilha do sol
O destino te mandou de volta
Para o meu cais

No coração ficou
Lembranças de nós dois
Como ferida aberta
Como tatuagem

Ô Milla
Mil e uma noites de amor com você
Na praia, num barco, no farol apagado
Num moinho abandonado, em Mar Grande, alto astral
Lá em Hollywood pra de tudo rolar
Vendo estrelas caindo, vendo a noite passar
Eu e você
Na ilha do sol
Na ilha do sol

- Total

(Jorge Zarath / Dito / Versão em português: Claudio Rabello)



Total
Que me importa se duvidas
Que era bem melhor a vida
Quando tu não existias

Total
Bateu na porta o destino
Me levou por um caminho
Que eu não pude escolher

A ti, prefiro uma cerveja
A ti, amigos numa mesa
A ti, brindemos juntos
O fracasso desse amor

Que me importa se duvidas
Total, total
Que me importa se já vais
Total, total
Será bem melhor a vida
Voltar aos teus braços, jamais!

Que me importa se duvidas
Total, total
Que me importa se já vais
Total, total
Será bem melhor a vida
Provar os teus beijos, jamais!

- Estrela primeira (Amor eu fico)

(Jauperi / Pierre Onassis)


Reluz do meu ser
A fonte mais pura do viver
Será que é ilusão
As batidas do meu coração
Pairando no ar
Toda sapiência de um ser
Oh, meu bem não vá
Pois no meu eu está você

Amor eu fico
Nesse balanço você baila comigo
Amor, eu fico

Custei te encontrar
Estrela primeira do meu céu
Princesa tu és
Revela o teu rosto, tira o véu

Custei te encontrar
Num despertar puro e encantador
Te espero amanhã
Te encontro lá em São Salvador

Amor, eu fico
Nesse balanço você baila comigo

Tô na varanda, amor
Me pega nos braços
Me leva pra cama que eu vou

- Jeito diferente

(Gigi)


Ela chega assim tão de repente
Aparece em noite de luar
Seu corpo me encanta
Me enche de esperança
Quando a vejo começo a sonhar

Ela tem um jeito diferente
Quem a viu jamais esquecerá
Quem me dera um dia
Poder lhe tocar
Numa dessas noites de luar

Rara pedra preciosa
Diga quando você vem
Eu quero ser o seu segredo
Algo muito mais além

Bela, não sei se é rainha
Sonho ou imaginação
Só sei que sua presença
Faz bem pro meu coração

Beijar seus lábios, quem me dera ôi, ôi
Sentir seu corpo me esquentar ôi, oi
Fazer amor sob as estrelas
Num caminho de areia
Na beira do mar

- Gostoso demais

(Dominguinhos | Nando Cordel)


Tô com saudade de tu, meu desejo
Tô com saudade do beijo e do mel
Do teu olhar carinhoso
Do teu abraço gostoso
De passear no teu céu

É tão difícil ficar sem você
O teu amor é gostoso demais
Teu cheiro me dá prazer
Quando estou com você
Estou nos braços da paz

Pensamento viaja
E vai buscar meu bem querer
Não posso ser feliz assim
Tem dó de mim
Que é que eu posso fazer?

- Quase de manhã

(Gigi / China / Fumaça / Cesinha/ Jomar Freitas / Carlinhos Boca)


Tá na sua cara, já ganhei meu dia 
Andei pensando em você 
Acordei mais cedo, cheio de alegria
Amor, por que não vem me ver?
Veja que o tempo passa
Por favor não se demora 
Pra decidir se declarar
Tô aqui te esperando
Pra falar no seu ouvido
Coisas de amor, te namorar

Ô, ô, ô, ô
Já é quase de manhã
Eu sozinho, sem você
Contando estrelas
Ô, ô, ô, ô

Só me vejo com você
Meu amor, meu bem-querer

- A vida não é brincadeira

(Jorge Zarath / Dito)


Linda, pele bronzeada
Dengo de menina
Charme de mulher
Gosto de te ver sorrindo
Nesse dia lindo
Diga que me quer

Santa, seu olhar me encanta
Solta essa cintura
Balança os quadris
Viva, que a vida é uma dança
Trance a sua trança
Venha ser feliz

Que a vida não é brincadeira, não 
É brincadeira, não
É brincadeira
Tristeza é coisa passageira, amor
Passageira, amor
Passageira